MOTIVAÇÃO IIII GUARDA CIVIL IIII

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

PF treina agentes da Guarda Municipal

No campo de instrução do 13º Batalhão de Infantaria Blindada, 27 homens e três mulheres do Comando de Operações Especiais da Guarda Municipal de Ponta Grossa (COEM) estão em treinamento e capacitação com três instrutores da Academia de Polícia Federal. “Essa instrução é para que a Guarda tenha o domínio das técnicas de tiro, exercite o controle emocional e tenha mais segurança no manuseio de armas de fogo”, informa o presidente da Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT), Edimir de Paula.

     De acordo com o presidente, esta é a primeira turma da Guarda Municipal que recebe treinamento ministrado pela Polícia Federal. “Com essa capacitação, a equipe de Operações Especiais estará apta a realizar operações policiais”, revela o presidente. A instrução começou na terça-feira passada e deve terminar nesta sexta (13) quando a equipe passará pela pista de treinamento – a mesma a que são submetidos os recrutas em formação, no Exército. A cerimônia de encerramento do curso será realizada às 13h30 na sede da Guarda Municipal, na Vila Maria Otília (antigo Corpo de Bombeiros).
Edimir acrescenta que esse trabalho de formação continuada está sendo possível em virtude do bom relacionamento entre a Guarda Municipal e o efetivo da Delegacia da PF em Ponta Grossa, inaugurada em maio deste ano. “Apoiamos a vinda da PF para a cidade e demos suporte às necessidades durante a adequação do imóvel onde hoje está instalada a Delegacia. Assim mantivemos contato e as oportunidades foram acontecendo”, completa Edimir.
     Agentes da Guarda Municipal prestam serviços de segurança institucional, segurança de bens e serviços, patrulhamento de ruas e praças, defesa de patrimônio e também fazem atendimentos às chamadas da população. Na última semana, por exemplo, a Guarda Municipal efetuou a prisão da quadrilha que arrombava as Unidades de Saúde. Segundo o presidente, cinco pessoas foram presas na operação. “A Guarda presta importantes serviços à comunidade e, portanto, deve estar sempre passando por aperfeiçoamento”, salienta Edimir. O presidente informa ainda que outra turma deve passar por treinamento e capacitação de armamento e tiro no mês de setembro.
sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Prefeito de Araucária entrega novas viaturas a Guarda Municipal


Iniciativa integra ações de estruturação da equipe, realizadas por meio do convênio com o Pronasci

O prefeito Albanor Zezé Gomes entregou, na última terça-feira, dia 17 de novembro, três novos veículos que irão integrar a frota de viaturas da Guarda Municipal de Araucária (GMA).

São duas picapes S10 e uma Montana, um investimento no valor de R$ 193 mil provenientes do Ministério da Justiça, por meio do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci).

Estrutura

As camionetes modelo S10 contam com uma estrutura completa – como rádios transceptores, giroflex e cela (camburão) – que irão oferecer melhores condições de atendimento ao Grupo de Apoio Tático (GAT) da GM.

A picape Montana será utilizada pela equipe de ação e prevenção, que promove palestras educativas regularmente nas escolas municipais de Araucária.

De acordo com o diretor da GMA, Adair Aparecido Milani, a aquisição dos veículos contribuirá com o trabalho da corporação, que terá seu efetivo aumentado depois da realização de um concurso público. “Hoje, somos 66 guardas, mas brevemente seremos 77, número que aumentará ainda mais ao longo dessa gestão. E a Prefeitura já se antecipou oferecendo mais estrutura ao grupo”, disse.

Investimento

Vale lembrar que em 2003, quando o prefeito Zezé criou a Guarda Municipal em sua gestão anterior, a corporação recebeu cinco veículos modelo Pálio, uma Kombi, uma Blazer e três motocicletas.

“Investir na GM significa investir na segurança pública, uma das maiores preocupações de nossa administração. E nós, em conjunto com o Governo Federal e as Polícias Militar e Civil, estamos trabalhando exaustivamente para diminuir os índices de violência em Araucária”, disse Zezé, durante a solenidade de entrega oficial dos veículos.

O gestor municipal enfatizou, na ocasião, a importância de firmar parcerias que integrem o município em ações de combate à criminalidade. “Por meio do Pronasci, também conseguimos desenvolver programas sociais, como o Mulheres da Paz, que certamente trará resultados positivos por trabalhar o resgate à cidadania de jovens e adolescentes e a capacitação de mulheres atuantes na comunidade”, alegou.

Presença

A solenidade contou com a presença do prefeito Albanor Zezé, Gomes, dos secretários Élcio Fuscolin (Segurança Pública), Mario Torres (Gabinete de Gestão Integrada Municipal) e Anderson Rigon Lemos (Administração), além de representantes do Pronasci e das polícias militar e civil.

Parceria permite investir maciçamente em ações de estruturação da GM

Segundo o secretário extraordinário de Segurança Pública, Élcio Fuscolin, o convênio que a Prefeitura mantém com o Pronasci garantirá investimentos no valor de R$ 9 milhões, destinados em ações de estruturação e qualificação profissional dos integrantes da GMA. Os guardas já receberam armas não letais (tasers), que auxiliam na imobilização de indivíduos durante os enfrentamentos. Atualmente, está em fase de licitação um projeto que prevê a aquisição de equipamentos eletrônicos, de infraestrutura e de proteção à equipe, como coletes e escudos balísticos. Jogos completos de uniformes de e equipamentos para a academia esportiva também serão entregues à corporação. A breve implantação do sistema de monitoramento urbano e a elaboração do mapa da criminalidade também contribuirão com o trabalho da equipe, e, conseqüentemente, com a segurança do araucarienses.

Retirado de: http://gcmsbo.blogspot.com/2009/11/prefeito-de-araucaria-entrega-novas.html
Guardas de Canoas são os primeiros operadores taser instruídos pela Força Nacional

sexta-feira, 25 de setembro de 2009
A Guarda Civil Municipal de Canoas foi a primeira a ser incluída no treinamento da Força Nacional de Segurança Pública. Nos dias 22, 23 e 24, os guardas Rogério Rosa, coordenador da Guarda Civil; Ademar Sarmento, inspetor de serviço ostensivo e Lisandro Carvalho, motociclista ostensivo estiveram em Brasília e realizaram o curso de Operador Taser.
A habilitação dos guardas canoenses é para uso, manuseio, manutenção e correta aplicação da arma menos letal: taser. Os equipamentos já são utilizados pela Brigada Militar e auxiliarão no trabalho comunitário da Guarda Civil Municipal de Canoas. De acordo com o secretário de Segurança Pública e Cidadania, Alberto Kopittke, o trabalho com as tasers será de atuação preventiva especialmente com foco nas escolas, parques e praças da cidade. “A qualificação da Guarda e a utilização das armas não será para substituir em nenhum momento trabalho das polícias, pelo contrário, será para integrar as forças”, salienta.
O treinamento da Força Nacional foi de 16 horas/aula e foi o primeiro que incluiu guardas municipais, além das forças policiais. “Fomos os primeiros guardas a ter este treinamento. Para segurança pública de Canoas é fundamental esta valorização, vem ao encontro da política dos órgãos federais que já investem na qualificação dos agentes”, salientou o guarda Lisandro Carvalho.
Os guardas que trabalharão na ronda escolar, nos parques e praças serão treinados pelos formados no curso da Força Nacional. Além disso, 15 novos profissionais aprovados em concurso público integrarão o efetivo. Canoas receberá 20 armas taser no dia 9 de outubro, quando será lançado o Território de Paz Guajuviras. Os equipamentos são provenientes de recursos federais do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania, o Pronasci, que proporcionará mais de 50 ações de enfrentamento à violência a partir do lançamento do Território.
A arma taser é de tecnologia semelhante ao impulso elétrico gerado pelo cérebro que causa a estimulação dos nervos no objetivo de controlar os músculos e, assim, os movimentos do corpo. Com isso, paralisa e derruba qualquer pessoa imediatamente. Cada disparo é registrado na arma, com horário e data. Por meio de auditorias é possível controlar do uso e o autor dos disparos.

Crime Organizado Ataca Viatura da Guarda Civil em Cotia

Criminosos usaram um fuzil, uma metralhadora, pistolas e uma escopeta calibre 12

SÃO PAULO - Um policial militar morreu e dois guardas civis ficaram feridos durante ataque com alto poder de fogo contra uma viatura da Guarda Civil de Cotia, região metropolitana de São Paulo, na noite de segunda-feira, 19. A viatura, que estava em um posto de gasolina, foi perfurada mais de 20 vezes por tiros, e uma das paredes do local apresentava mais de 60 marcas de bala.

Segundo testemunhas, entre seis e dez homens chegaram ao posto por volta das 20 horas em dois carros - uma Fiat Strada prata e um Fiat Pálio Weekend chumbo - e começaram a atirar contra a viatura da Guarda Civil. Os criminosos portavam um fuzil 552, uma metralhadora 9 mm, uma escopeta calibre 12 e pistolas .40 e 380, afirmou o guarda civil José Roberto Augusto após análise das cápsulas encontradas no chão.

O soldado da PM Kleberson Toledo, 32 anos, estava no local conversando com os guardas civis e tentou se proteger atrás da viatura durante a ofensiva, mas foi atingido na cabeça por um tiro de fuzil e morreu antes de chegar ao hospital. O guarda civil Jucinei Souza de Oliveira, 30, foi atingido por um tiro de fuzil na perna e sofreu fratura exposta, mas não corre risco de vida. Seu colega Anísio Vieira de Jesus, 47, foi alvejado na coxa e na barriga e também está fora de perigo.
O Gol da Guarda Civil foi destroçado pelos tiros. Uma das perfurações, do lado esquerdo, tinha cinco centímetros de diâmetro, e os quatro pneus estavam furados. Segundo Augusto, o ataque teve como objetivo "intimidar" a Guarda Civil de Cotia, que prendeu, na semana passada, um dos líderes do Primeiro Comando da Capital no município.

"Esta ação foi uma represália à prisão de um dos líderes do crime organizado", disse Augusto. Segundo ele, a Guarda Civil de Cotia é "muito atuante" e responde por cerca de 80% das ocorrências na cidade.
Os dois carros utilizados na ação foram localizados algumas horas depois, no próprio município. O Fiat Strada estava no fim da Rua Nigéria, com um carregador de metralhadora 9 mm deixado no banco do passageiro. A Pálio Weekend estava na Rua Austrália.

Djalma dos Santos, 48 anos, suspeito de participar da ação, foi preso na Rodovia Raposo Tavares, próximo à rua onde o Fiat Strada foi localizado, e encaminhado ao 1º DP de Cotia.

Remuneração inicial de guarda municipal chega a R$ 2.100 por mês

A remuneração de um guarda municipal em Curitiba é composta pelo salário base, de R$ 710,88, e uma gratificação de segurança de 50%, que incide sobre o salário e sobre horas extras trabalhadas. Ou seja, mesmo que não fizesse hora extra, o salário base do guarda municipal seria de R$ 1.066, 32, contando com a gratificação, paga mensalmente a todos os guardas. Além disso, somando-se os benefícios e horas extras, mesmo um guarda recém-contratado recebe em torno de R$ 2.100 por mês, já que praticamente todos os guardas fazem hora extra. Na folha de fevereiro, paga nesta sexta-feira (26), a média de salário da Guarda Municipal foi de R$ 2.396,76.
O valor de uma hora extra paga pela Prefeitura é a hora normal e mais 50% sobre ela. Os guardas fazem hora extra por conta da escala de trabalho em turnos e da demanda de serviços em novas escolas, creches e unidade de saúde e outros equipamentos. A média de hora extra na Guarda Municipal de Curitiba é de 90 horas extras por mês para cada guarda.
Dos 1.743 guardas, 1.586 guardas (90,99% do efetivo) recebem ainda uma Bolsa Formação, de R$ 400,00 mensais, a título de incentivo para a melhoria profissional, conforme convênio assinado com o Pronasci.
A cada dois anos de serviço o guarda tem direito a um aumento de 2,8% do salário base, a título de crescimento horizontal na carreira, e a cada cinco, recebe um adicional por tempo de serviço - quinquênio - de 5%. Esses valores somados elevam em mais de 20% a remuneração de profissionais que têm entre 8 e 17 anos de serviços prestados, ou mais de 18 anos.
Entre os 1.743 profissionais da corporação, 732 (42%) têm de zero a sete anos de serviços, 419 (24%) tem de 8 e 17 anos, e 592 estão há mais de 18 anos na corporação (34%).
O último concurso para guardas municipais, concluído em abril de 2009, atraiu 6.500 candidatos, teve 663 aprovados e 196 profissionais contratados.

Entenda a remuneração de um guarda municipal recém-contratado
R$ 710,88 (salário inicial) + R$ 479,84 (90 horas extras mensais, em média) + R$ 515,38 (gratificação de segurança com hora extra) + R$ 400,00 (Bolsa Formação) = R$ 2.106,10 (total sem quinquênios de 5% nem crescimento horizontal de 2,8%)
GUARDA MUNICIPAL DE PELOTAS/RS RUMO A POLICIA MUNICIPAL 
Guardas Municipais de Pelotas, já podem portar armas de fogo.

A partir desta terça-feira (27), a Guarda Municipal de Pelotas passa a contar com mais um instrumento para as suas atribuições diárias. Em cerimônia simples e rápida na manhã de hoje (27), o prefeito Adolfo Antônio Fetter entregou as carteiras de porte de armamento de fogo aos servidores da segurança que os habilita a atuarem fazendo uso do recurso.
De forma simbólica, seis guardas receberam o documento representando os demais 62 profissionais capacitados para receberem a habilitação. “É mais um grande passo nesta caminhada de 20 anos da nossa Guarda que instrumentaliza o serviço de segurança municipal, mas que também aumenta a responsabilidade. Lidar com arma é sempre um risco, mas sabemos que foram devidamente treinados e testados. Ficamos muito contentes porque nestes últimos anos a gente tem trabalhado e muito para a valorização e aparelhamento desta corporação”, destacou o prefeito Fetter.
O chefe da guarnição municipal, Márcio Lorenzato, também valorizou a conquista frisando a atenção ao manuseio do recurso. “É um investimento fundamental para o nosso dia-a-dia. Há anos buscávamos a liberação do porte, mas também é importante frisarmos que nossas atividades não sofrerão nenhuma alteração e esperamos não precisar usar a arma, mas se alguma circunstância exigir estaremos preparados”, reforçou.
Para os profissionais que atuam diariamente no monitoramento de prédios e espaços de competência da administração municipal o porte vem somar na segurança dos guardas. “A arma é o último recurso a ser usado, mas ela nos permite trabalhar com mais confiança, inibe alguma investida mais ousada e consequentemente aumenta nossa segurança”, destacou, ao receber seu porte, a Guarda Municipal, Alcina Muniz.
08/09/2010 – Cerca de mil pessoas estiveram reunidas para comemorar o dia da Independência nesse 7 de setembro em Varginha.
Como nos anos anteriores, a comemoração, organizada pela prefeitura de Varginha através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura e Fundação Cultural do Município, pelo Tiro de Guerra de Varginha, Policia Militar, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal, aconteceu na Concha Acústica, na manhã do dia 7 de setembro.
Seguindo o protocolo, foram executados os hinos Nacional e da Independência. O hino da Independência foi cantado pelos atiradores do Tiro de Guerra acompanhados pelos presentes. Participaram do hasteamentos das bandeiras o prefeito Eduardo Carvalho, o presidente da Câmara de vereadores, Leonardo Ciacci e o Ten. Cel. Milton Oliveira Costa (PM).
A novidade deste ano foi a apresentação do cerimonial pelas Guardas Municipais Flávia Brito Tana e Jucilene Aparecida da Silva. “Esta foi a primeira apresentação do Grupo de Cerimonial que está sendo organizado pela Guarda Municipal. Como primeira apresentação já recebemos muitos elogios e pretendemos aprimorarmo-nos cada vez mais”, disse o Diretor da Guarda Municipal, Guilherme Maia.
Durante o evento, o Cap. PM Marcos Antônio da Silva fez a leitura de um texto sobre a Independência e em seguida o prefeito de Varginha falou sobre a importância da independência de um país que começa nas cidades.
Participaram também do evento os alunos da Banda Marcial de Varginha.