MOTIVAÇÃO IIII GUARDA CIVIL IIII

sábado, 13 de março de 2010

Ocorrências da Guarda Municipal de Jundiaí

Guarda Municipal de Jundiaí detém dois furtando escola municipal
Dois homens foram detidos pela Guarda Municipal durante a madrugada de ontem, na Vila Rio Branco. Mario Mitsuo Ikeda, 42 anos, e Adilson Pedro de Melo, 18 anos, foram pegos em flagrante quando passavam duas telas de LDC pelo muro da EMEB da Vila Rio Branco. O vigilante noturno passou pelo local e viu Ikeda recebendo os produtos por cima do muro. Um terceiro indivíduo estaria participando do furto, porém conseguiu fugir. O vigilante acionou a GM, que deteve os dois com os pertences da escola. No interior da escola foi constatado o arrombamento da porta. Ikeda alegou que estava ajudando o amigo a carregar os monitores. Melo disse que estava acompanhando Ikeda. Os dois foram levados para a Cadeia de Jundiaí. Furto a casa - A cabeleireira Carla Regina dos Santos, 31 anos, teve a casa, localizada no Jd. Eldorado, invadida por desconhecidos. O portão e a porta da sala foram arrombados. Todos os cômodos foram revirados e foram levados um computador, micro-ondas, uma televisão e um quadro.
Guarda Municipal de Jundiaí detém um por tráfico
Um homem foi detido pela Guarda Municipal na Vila Hortolândia, na madrugada de ontem. De acordo com informações da GM, uma viatura em patrulhamento avistou um casal próximo a um veículo. Ao notarem a presença da viatura, os dois tentaram fugir, sendo que o rapaz tentou ainda jogar um saco plástico no telhado de uma residência próxima.O subinspetor Pereira, acompanhado pelos GMs Cabral e Barros, detiveram a desempregada G.G.S., 26 anos, moradora do Jardim Sorocabana, e o desempregado Edilmo Faustino da Silva, 24 anos, morador do Jardim São Camilo.Ao revistar o veículo Corsa GM, placas CPY-4302 de Jundiaí, os GMS encontraram a quantia de R$ 1.380,25 e 40 trouxinhas de substância similar a maconha. Os entorpecentes e o dinheiro estavam debaixo do tapete e porta-luvas, acondicionados num saco plástico.Com a autorização do proprietário do imóvel, o saco plástico jogado por Silva foi recolhido e nele havia 52 tubetes contendo substância similar a cocaína, um maço de cigarros contendo 18 pedras de substância similar a crack, envoltas em papel alumínio.Com a jovem nada foi encontrado.Após exames toxicológicos, as substâncias apresentadas foram classificadas pela Polícia Científica como sendo entorpecentes: crack (6,7 gramas); maconha (128 gramas) e cocaína (33,4 gramas). Diante dos fatos Silva foi preso por tráfico, uma vez que os elementos indiciários apresentados sinalizam que o mesmo tinha sob sua guarda entorpecente destinado ao comércio, e encaminhado à Cadeia Pública de Jundiaí.
Fonte: Blog Amigos da Guarda Civil

Nenhum comentário: