MOTIVAÇÃO IIII GUARDA CIVIL IIII

sábado, 13 de março de 2010

Mais de mil guardas municipais são demitidos às vésperas do FSM 2009

>>  Grupamento de Ações Táticas (GAT) da Guarda Municipal dando apoio à ação de fiscalização da Secon.
BELÉM (PA) - Às vésperas do Fórum Social Mundial (FSM), em meio aos constantes casos de violência que a cidade vem enfrentando, exatos 1.009 guardas municipais tiveram seus contratos encerrados e foram exonerados pela Prefeitura Municipal de Belém. De acordo com a comandante da Guarda Municipal de Belém (GBel), Ellen Margareth, os guardas haviam assinado um contrato administrativo em 2007 e janeiro de 2008, com prazo de encerramento determinado para 31 de dezembro de 2008.

Segundo ela, dos mais de mil guardas demitidos, 200 ainda deverão voltar e ter o contrato prorrogado por mais um ano, de acordo com a ordem judicial dada para a prefeitura. "Iremos fazer uma triagem, aqueles que tiverem apresentado menor quantidade de faltas, bom comportamento e bom desempenho farão parte dos 200 que voltarão", disse Ellen.

Ellen Margareth afirmou também que o prefeito Duciomar Costa já autorizou a realização do concurso público da GBel e que até o final do primeiro semestre o edital será lançado, ofertando cerca de 350 vagas para a contratação de novos guardas municipais.

"Precisamos apenas ajustar os procedimentos internos, como processo licitatório para a escolha da instituição que irá organizar o concurso, mas esperamos que até agosto ou setembro deste ano possamos apresentar esse novo efetivo para a população", explicou.

Com a dispensa dos policiais, o efetivo da GBel está contando desde segunda-feira com apenas 600 guardas concursados, que terão que atuar no trânsito, no serviço de pronta resposta e grupamento de elite, que age em situações de alto risco.

"A gente vai ter que se virar nos 30. Apesar disso, acho que de tudo temos que tirar o lado bom das coisas. Com o concurso público, teremos novos guardas mais preparados e capacitados para trabalhar pela segurança da cidade", concluiu.

Sobre o contingente que trabalhará durante o FSM, que acontece a partir do próximo dia 27, Ellen garantiu que, em média, 500 guardas, do total de 600 que ainda restam, atuarão na segurança do evento. "Vamos agir sempre em parceria com a Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal, para que juntos tenhamos um excelente desempenho no Fórum", garantiu.

O reflexo da redução de guardas já pôde ser percebido nas ruas da cidade. Na tarde de ontem as cabines dos guardas municipais que ficam na praça Batista Campos estavam vazias. Mas, segundo Ellen, os postos suprimidos pelos guardas foram apenas os prédios públicos, que abrigam as Secretarias da PMB, já nas praças e ruas da cidade o contingente de homens continua o mesmo.

"Só diminuímos o número de guardas nos prédios da prefeitura, fora isso, o contingente continua o mesmo de antes. A população não será abandonada", finalizou. "A nossa escala está apertada e teremos que fazer escalas extras para poder suportar a demanda do Fórum Social Mundial", diz o presidente da Associação dos Guardas Municipais de Belém, Geraldo Sena.

Em muitos locais onde a guarda atuava, como os postos da Secretaria Municipal de Saúde, foram contratadas empresas de segurança para prestar os serviços. "Nós esperávamos que houvesse uma prorrogação do contrato por um ano pelo menos, já que um guarda concursado leva cerca de quatro meses para ser formado, além do tempo anterior, que é de edital, inscrição, provas e divulgação dos resultados", diz Sena.

SACRIFÍCIO

O presidente da Associação diz que os guardas que restaram estão trabalhando no sacrifício. "Teremos que nos desdobrar no Fórum, principalmente devido à quantidade de pessoas que deverão estar na cidade". A assessoria de comunicação do FSM afirmou que a segurança do evento tem a participação do Exército, da Guarda Nacional e da Polícia Militar e que não está explicitado qual será a participação da prefeitura nesse sentido. Os poucos guardas que restaram terão que se desdobrar, sobretudo durante o Fórum Social Mundial.

Nenhum comentário: