MOTIVAÇÃO IIII GUARDA CIVIL IIII

quinta-feira, 11 de março de 2010

Guardas de Canoas são os primeiros operadores taser instruídos pela Força Nacional

sexta-feira, 25 de setembro de 2009
 
A Guarda Civil Municipal de Canoas foi a primeira a ser incluída no treinamento da Força Nacional de Segurança Pública. Nos dias 22, 23 e 24, os guardas Rogério Rosa, coordenador da Guarda Civil; Ademar Sarmento, inspetor de serviço ostensivo e Lisandro Carvalho, motociclista ostensivo estiveram em Brasília e realizaram o curso de Operador Taser.
A habilitação dos guardas canoenses é para uso, manuseio, manutenção e correta aplicação da arma menos letal: taser. Os equipamentos já são utilizados pela Brigada Militar e auxiliarão no trabalho comunitário da Guarda Civil Municipal de Canoas. De acordo com o secretário de Segurança Pública e Cidadania, Alberto Kopittke, o trabalho com as tasers será de atuação preventiva especialmente com foco nas escolas, parques e praças da cidade. “A qualificação da Guarda e a utilização das armas não será para substituir em nenhum momento trabalho das polícias, pelo contrário, será para integrar as forças”, salienta.
O treinamento da Força Nacional foi de 16 horas/aula e foi o primeiro que incluiu guardas municipais, além das forças policiais. “Fomos os primeiros guardas a ter este treinamento. Para segurança pública de Canoas é fundamental esta valorização, vem ao encontro da política dos órgãos federais que já investem na qualificação dos agentes”, salientou o guarda Lisandro Carvalho.
Os guardas que trabalharão na ronda escolar, nos parques e praças serão treinados pelos formados no curso da Força Nacional. Além disso, 15 novos profissionais aprovados em concurso público integrarão o efetivo. Canoas receberá 20 armas taser no dia 9 de outubro, quando será lançado o Território de Paz Guajuviras. Os equipamentos são provenientes de recursos federais do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania, o Pronasci, que proporcionará mais de 50 ações de enfrentamento à violência a partir do lançamento do Território.
A arma taser é de tecnologia semelhante ao impulso elétrico gerado pelo cérebro que causa a estimulação dos nervos no objetivo de controlar os músculos e, assim, os movimentos do corpo. Com isso, paralisa e derruba qualquer pessoa imediatamente. Cada disparo é registrado na arma, com horário e data. Por meio de auditorias é possível controlar do uso e o autor dos disparos.

Nenhum comentário: